Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Sobre o projeto:

O Festival Dramaturgias da Melanina Acentuada surgiu em um formato de Mostra em 2013 (em São Paulo) e teve a sua primeira configuração enquanto Festival em 2016 na cidade de Salvador, agregando e firmando o seu formato atual. Em 2018, em sua quinta edição, trouxe para o público soteropolitano uma programação diversificada distribuída ao longo de dez dias, composta por espetáculos locais e nacionais, atividades formativas, leituras dramáticas, entrevistas públicas, mesas de debates e compartilhamentos de processos.

Ao longo desses cinco anos de atividades, o Melanina catalogou a existência de cerca de 100 dramaturgos negros em atividade no país, e expôs as suas qualidades e singularidades através de ateliês (de ideias, de compartilhamento de processos, de escrita e de consultoria dramatúrgicas), noites dramáticas, espetáculos e performances. Tendo sempre com uma multiplicidade étnica nos elencos das cenas e nos quadros de palestrantes, este Festival possui uma característica operativa de pesquisa estética. O seu conceito objetiva dar visibilidade a dramaturgas e dramaturgos negros, sua multiplicidade temática que quase sempre resulta numa cena composta por artistas de ascendências étnicas variadas.

Ficha técnica:

  • Realização: Melanina Acentuada Produções Artísticas
  • Produção: Giro Planejamento Cultural e Henckes Produções Artísticas

 

Editais e Premiações: Contemplado no Edital Arte em Toda Parte Ano III da Fundação Gregório de Mattos, Fundo de Cultura do Estado da Bahia – Edital Setorial de Teatro 2016 e Edital de Ocupação da FUNARTE.