Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Sobre o projeto:

O projeto baseia-se na noção de pedagogia do espectador (de Flavio Desgranges), propondo atividades realizadas e fruídas pelo público alvo (alunos da rede pública de ensino) ANTES, DURANTE e DEPOIS da assistência a espetáculos teatrais. Conjuga um princípio de preparação do espectador, antes de colocá-lo em contato-encontro com o espetáculo teatral, com a oferta da possibilidade desse mesmo espectador dialogar com os criadores do espetáculo após a assistência. Desse modo, a proposta solidifica-se na intenção de uma formação consistente de um público continuado e interessado nas artes cênicas, objetivando como consequência o retorno presencial desse espectador para os teatros.

A estrutura é composta por oficinas ministradas por Aldri Anunciação com foco na escrita dramatúrgica; associadas a apresentações dos espetáculo “Namíbia, não!” (texto de Aldri Anunciação e direção de Lázaro Ramos) e “O Campo de Batalha” (texto de Aldri Anunciação, direção de Marcio Meirelles e co-direção de Lázaro Ramos), além de bate-papo após as apresentações. O intuito é proporcionar a formação de plateia a partir da difusão de espetáculos.

Ficha técnica:

Realização: Melanina Acentuada Produções Artísticas
Produção: Giro Planejamento Cultural

Editais e Premiações: Contemplado no edital BNB – PATROCÍNIO CULTURAL -2016, do Banco do Nordeste do Brasil