Inédita no Brasil, a mostra ‘alô alô mundo! cinemas de invenção na geração 68’ propõe estabelecer um diálogo entre o Brasil e a Espanha, apresentando como recorte filmes realizados entre as décadas de 1970 e 1980, que tem em comum o fato de serem filmes de vanguarda e militância política e que trazem, em sua essência, práticas de ruptura e revolução. A mostra também conta com a realização de duas mesas de debates e duas oficinas.

Após realizar edições em Barcelona, Madri e Valencia, os curadores Paola Marugán, Marc Martínez estabeleceram uma parceria com a Giro Planejamento Cultural para a realização do projeto no Brasil.

A mostra foi realizada entre os dias 10 e 22 de janeiro de 2017, na Caixa Cultural do Rio de Janeiro e foi composta por 14 filmes brasileiros produzidos entre 1968 e 1982; e 13 filmes espanhóis realizados entre 1968 e 1981. Sendo assim, o ‘alô alô mundo!’ trouxe, para um mesmo cenário, éticas e estéticas de dois cinemas de vanguarda que traçaram uma série de conexões entre o Brasil e a Espanha.