Sobre o projeto:

O projeto baseia-se na noção de pedagogia do espectador (de Flavio Desgranges), propondo atividades realizadas e fruídas pelo público alvo (alunos da rede pública de ensino) ANTES, DURANTE e DEPOIS da assistência a espetáculos teatrais. Conjuga um princípio de preparação do espectador, antes de colocá-lo em contato-encontro com o espetáculo teatral, com a oferta da possibilidade desse mesmo espectador dialogar com os criadores do espetáculo após a assistência. Desse modo, a proposta solidifica-se na intenção de uma formação consistente de um público continuado e interessado nas artes cênicas, objetivando como consequência o retorno presencial desse espectador para os teatros.

A estrutura é composta por oficinas ministradas por Aldri Anunciação com foco na escrita dramatúrgica; associadas a apresentações dos espetáculo “Namíbia, não!” (texto de Aldri Anunciação e direção de Lázaro Ramos) e “O Campo de Batalha” (texto de Aldri Anunciação, direção de Marcio Meirelles e co-direção de Lázaro Ramos), além de bate-papo após as apresentações. O intuito é proporcionar a formação de plateia a partir da difusão de espetáculos.

Ficha técnica:

Realização: Melanina Acentuada Produções Artísticas
Produção: Giro Planejamento Cultural

Editais e Premiações: Contemplado no edital BNB – PATROCÍNIO CULTURAL -2016, do Banco do Nordeste do Brasil